Você está em: Notícias»Ipiranga projeta nova unidade de fomento para a agropecuária

Ipiranga projeta nova unidade de fomento para a agropecuária

Ipiranga projeta nova unidade de fomento para a agropecuária
A gestão municipal de Ipiranga deu início a um novo projeto voltado para os produtores rurais. Com a Unidade Demonstrativa de Tecnologia e Difusão Agropecuária, o município pretende expor novas estratégias para ampliar a geração de renda entre os agricultores familiares e, consequentemente, fomentar a economia local. Na última sexta-feira (3), o prefeito Douglas Modesto apresentou a proposta aos vereadores da cidade e reforçou a importância da iniciativa que será executada na localidade de Riozinho. De acordo com o planejamento divulgado pela prefeitura, o terreno será fracionado em talhões que variam entre 200 m² e 1000 m². As empresas que se instalarem neste espaço terão autonomia para escolher o tipo de cultura e a estratégia de manejo. Além disso, o local receberá projetos elaborados pela Secretaria Municipal de Agropecuária. A estrutura também receberá dias de campo, que devem oferecer cursos de capacitação para os trabalhadores da zona rural. O prédio terá banheiro, cozinha, refeitório e sala de reuniões. “O investimento não foi alto. Estamos usando maquinário da própria prefeitura para realizar as adequações”, explicou. O programa pretende incentivar a cultura de pastagens adaptadas à região, ou que possam ser testadas como opção de uso pecuário. A Unidade Demonstrativa também deverá abrigar plantações com potencial de diversificação, como pepino, maracujá e outras culturas frutíferas. Flores e árvores de uso paisagístico também surgem como alternativa, assim como o plantio de tabaco. “Neste local, as empresas poderão colocar à mostra os maquinários, plantações e outras iniciativas. Atualmente, nenhuma outra cidade da região possui uma unidade como esta”, destaca o chefe do Executivo. A linha do tempo definida pela administração pretende iniciar a preparação do solo neste mês de setembro, visando a primeira colheita do mês de março de 2022. O espaço deverá ser aberto à visitação já nos próximos meses. Durante o encontro realizado junto aos parlamentares, Douglas Modesto também solicitou apoio da câmara para a aprovação desta proposta, que ainda está em tramitação na Casa de Leis. “Quem sempre sai ganhando é a população e essa é nossa intenção”, disse o gestor, que também agradeceu os vereadores pelo suporte prestado ao longo da gestão.


© 2021 - Desenvolvido por Lancer